quinta-feira, 8 de março de 2012

Mulher, melhor ter do que ser

Calma aí, eu explico!
Não me apedrejem, ainda!
Antes homenageio minha equipe de trabalho, composta quase que 100% de mulheres.
Eu gosto muito das mulheres, eu as aprecio profundamente, principalmente porque eu não teria a menor paciência para ser mulher.
Elas são maravilhosas, gentis, graciosas, criativas, indispensáveis, elas são insubstituíveis, mas se dependesse de adesão volutária à condição feminina, o mundo acabaria se só tivesse gente impaciente, caótica, ansiosa, como eu. (Mesmo que hajam mulheres impacientes, ansiosas e caóticas, mas isso não é feminino, há toda uma Sociologia, muita Antropologia, Estudos Culturais que explicariam isso, mas não é o caso agora).
Eu por exemplo, não aguentaria ficar esperando 9 meses para ter um filho, morreria de ansiedade. Não teria a menor paciência, de como a lua, a cada 28 dias começar tudo de novo. Amamentar...
Se ser mãe é sofrer no Paraiso, prefiro viver no inferno.
Mas elas levam tudo isso na maior altivez, algumas com grande desenvoltura, sem perder a ternura jamais, nem a graça, mesmo que com um certo mau humor, sim, ninguém é de ferro.
E reconhecendo minhas precariedades, meus estreitos e tênues limites é que eu prefiro TER sempre um monte de mulher por perto.
SER, não, nunca, isso é para elas, elas que nasceram para sê-las.

Continuando as homenagens, aqui "las amigas" do Fórum Landi, como brinca a Elna: "Nós somos muito colegas".
Como a Mariana, diz que eu só post foto em que ela não está bem, por precaução, encobri-a com uma estrela.
Pra ela não deixar dúvidas.

6 comentários:

  1. Amei, e agradeço por poder fazer parte dessa equipe. Eu se nascesse 100 vezes 100 vezes queria nascer mulher, jamais teria vocação para ser homem apesar de amá-los e admirá-los profundamente!!!

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo (e ex-professor), prefiro achar que toda esta lamúria sobre suas desabilidades femininas, nada mais é do que pura inveja! Elo aliás em comum conosco, já que esta - a inveja - também faz parte do nosso "lado B"! eheheh.... Obrigada de qualquer forma pelos rasgados e reconhecidos elogios ao gênero neste 8 de março. Termino desafiando minha crença que não permite a idéia de reencarnação, e aproveito pra lhe desejar que venha na próxima uma girl, ou lady, ou madam, quiçá uma piriguete,só pra sentir esse gostinho de Ser - antes de Ter, e comprovar que sempre valerá a pena ser mulher! Dê um abraço na mestra Elna!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o email, o fone, a rg,tudo....rsss...lindas sempre lindas

      Excluir
  3. qual é o email da estrela?

    ResponderExcluir
  4. Luiz Mário de Melo e Silva8 de março de 2012 16:33

    Duas potentíssimas forças: amor e ódio (que correspondem ao bem e ao mal) representadas pela figura masculina de deus e o diabo. Eis o elemento catalisador da opressão que vitima a mulher. Enquanto persistir a ideologia machista de que um macho pariu o mundo, tudo não passa de dissimulação. A mulher é a geradora de vida, logo, é o poder – coisa que os machos há muito perceberam e tentam de toda maneira evitar essa verdade. Mas o pior é a mulher crer em deus e no diabo muito mais que o homem…

    ResponderExcluir