quarta-feira, 19 de outubro de 2011

PDT de Giovani: hay gobierno soy a favor!

Ou, mamando a vida vou levando...



Em 1989, no segundo turno entre Collor e Lula, o velho Briza mandou engolir o Sapo Barbudo.
Aqui, o PDT, ruralista desde pequenininho, (Cruz credo, Deus me livre, Satanás), junto com o PFL, continuou engordando seus boizinhos.
Reeleição de FHC 1988, Brizola vice de Lula, Almir Gabriel buiado, Jader sem chance, sozinho, o PDT segue a manada. Vai gostar de boi assim no sul do Pará.
Sucessão de FHC em 2002, PDT  vice na chapa de Ciro Gomes, lei da verticalização das coligações eleitorais, Giovanni Queiroz, vice de Hildegardo. Ciro tropeça em sua incontinência verbal, despenca, pedetistas conspiram com Jader apoio à Ademir.
Segundo turno, Lula na frente, de dia são Maria, de noite são Simão.
Simão eleito, o espírito republicano, a governabilidade acima dos mesquinhos interesses partidários, na prática: quantas secretarias? Quantos assessores? Quantas nomeações?
Em 2006, Lula e Serra, PDT com Lula. Ana e Almir, e o PDT? No muro que é o melhor lugar para se encontrar com tucano.
Ana Júlia vence, de novo o espírito republicano, a governabilidade acima dos mesquinhos interesses partidários, na prática: quantas secretarias? Quantos assessores? Quantas nomeações?
Na última eleição Jatene venceu, o republicanismo...., a governabilidade...., quanto...., quantas...?

O único compromisso de certos grupos partidários é com sua auto reprodução, não conseguem sobreviver longe das tetas do estado.


Hoje, hipócritas, falam de ausência de Estado.
Como?
Se eles sempre foram Estado, acólitos de qualquer governos de plantão, nunca foram oposição, o que falta é vergonha na cara para irem para a oposição e denunciarem o MUITO que realmente falta.

P.S: Para ser justo, os mocinhos do bando do Lira Maia, não podem ser acusados desta senvergonice.

4 comentários:

  1. é isso mesmo...esses caras sempre foram estado nas reg~iões que ELES querem separar.
    Se houvesse um mínimo de lucidez nesses paraenses que levantam a mesma bandeira desses gatunos oportunistas eles chegariam a conclusão do auto flagelo desses politicos qd denunciam a ausencia do estado - eles sempre foram o estado -
    uma incoerência brutal

    ResponderExcluir
  2. Flavio Nassar, meu camarada, essa sua analise e umas melhores leituras sobre as elites do Para que li nos ultimos tempos. Esses Caras parecem saidos do romance Ana Karenina.
    Parabens,

    Antonio Vieira

    ResponderExcluir
  3. Muito boa a postagem.

    ResponderExcluir
  4. Flavio estou lendo o seu blog em São Paulo, essa foto trágica é uma síntese dos nossos políticos, de todos partidos. Ministérios Públicos, polícias, juízes onde estão vocês que não respondem? Parem de conversa fiada e processem esses safados que se locupletam a cada eleição.

    J. Antunes

    ResponderExcluir